Construção de casas

Processamento de log: escolha de meios e recursos do aplicativo

O desejo irresistível dos habitantes das megalópoles de pelo menos um passo mais perto da natureza levou ao rápido desenvolvimento da construção suburbana. Não é difícil de entender. A forma mais popular de imóvel suburbano é uma casa de madeira, habitada por uma série de vantagens que a vida em um prédio de tijolos não pode oferecer. Casas picadas e saunas, construídas com madeira amiga do ambiente, na sua originalidade, respeito pelo ambiente, microclima interno e conforto são significativamente superiores às estruturas feitas com outros materiais de construção. Devido ao fato de que é dada atenção especial à construção suburbana, provavelmente não há proprietário que não saiba que uma casa de toras de alta qualidade é necessária para construir uma casa confiável. Para realizar a sua aquisição, antes de iniciar a construção, é necessário preparar o material – toras de madeira. A madeira, que é à base de celulose, é por si só um ambiente favorável ao desenvolvimento de fungos e microorganismos e, dado o fato de a casa de toras estar constantemente ao ar livre, bem como em condições de constante mudança de temperatura e umidade, condições favoráveis ​​são criadas que aceleram a destruição de fungos da madeira e outros microorganismos. Para evitar a perda prematura da aparência original do edifício e danos à madeira por mofo, é necessário tratar a casa de toras com um anti-séptico, que é uma etapa integrante na construção de qualquer estrutura a partir de uma casa de toras. Como processar adequadamente uma casa de toras e como escolher um anti-séptico – continue lendo.

Tratamento anti-séptico de toras: urgência do problema

Em condições de constante exposição à radiação ultravioleta, a madeira perde sua aparência original, gradativamente se desbastando e adquirindo matizes acinzentados. Apesar de não afectar a resistência da madeira, também não transmite emoções agradáveis, uma vez que o aspecto do edifício está a deteriorar-se irremediavelmente. Para evitar esses efeitos nocivos, basta aplicar tinta e verniz ou anti-séptico adequados. Uma das variedades de danos bacterianos a uma construção de toras são os danos causados ​​por mofo, que não são menos perigosos para a madeira. Antigamente, a derrota do fungo de construção branco (bolor) era considerada uma “praga” de construção, para evitar a propagação das casas que tinham de ser queimadas. Hoje, o bolor já não é tão mau como antes e, para evitar o seu aparecimento, basta também fazer um tratamento anti-séptico da casa de toras em tempo oportuno..

Além do fungo branco, existem muitos agentes bacterianos que causam o apodrecimento da madeira. Estes incluem: vermelho, cinza, verde e outros tipos de podridão. Mas o maior perigo entre eles é a podridão azul ou o chamado “azul”, cujas condições favoráveis ​​para o desenvolvimento são cortes recentes, alta umidade, pouca ventilação nas instalações e baixa temperatura ambiente. A presença de “azul”, que, ao se espalhar, é capaz de infectar até 70-80% da madeira em uma semana, indica uma infecção fúngica e indica decomposição iminente da madeira. Ao contrário do fungo branco (bolor), cujo desenvolvimento pode ser interrompido, não faz sentido lutar contra o “azul”, devendo o seu aparecimento ser evitado na fase de aquisição do material. E o uso de um anti-séptico ajudará nisso..

Foto das casas de toras

O que inclui o tratamento protetor de uma casa de toras??

Além do tratamento anti-séptico da casa de toras, é necessário seu tratamento integral, o que implica uma série de medidas, cuja implementação proporcionará proteção integral à madeira. Distinguir entre processamento de madeira interno e externo.

Processamento externo de madeira

Por estar constantemente ao ar livre, o exterior está exposto a fatores ambientais adversos, como precipitação, mudanças bruscas de temperatura e radiação ultravioleta direta. Tudo isso tem um efeito negativo na qualidade do material e contribui para a reprodução ativa de bolores e fungos na madeira, o aparecimento de pragas biológicas e a aceleração da decomposição. Para evitar isso, é necessário fazer um tratamento anti-séptico da madeira, que proporcionará proteção biológica, bacteriológica e química à madeira. Como a madeira é caracterizada por alta inflamabilidade, ela também precisa de um tratamento retardador de fogo..

Outro problema a ser enfrentado é o aparecimento de fissuras na superfície da madeira, que ocorrem quando a madeira seca depois de umedecida, principalmente quando exposta a temperaturas elevadas ou quando a água congela em microfissuras. Para evitar este problema, é necessária a realização de processamentos adicionais na casa de toras, o que, além de resolver este problema, dará ao edifício o aspecto decorativo pretendido. Para lidar com a solução deste problema ajudará a moer a casa de toras..

Processamento interno de madeira

Devido ao fato de que a parte interna da casa de toras está em condições relativamente favoráveis, ela não precisa de processamento especial. No entanto, esta situação muda radicalmente quando se trata de um banho de madeira, cujas paredes internas se encontram em condições de alta umidade e altas temperaturas. Com isso em mente, eles, assim como a parte externa da casa de toras, precisam de tratamento anti-séptico e retardador de fogo..

Foto moldura de madeira

Moagem de toras: como realizar o processamento mecânico de uma casa de toras?

A trituração de uma casa de toras, que é um estágio integral do processamento externo, é um processo trabalhoso que requer habilidades e ferramentas especializadas. A trituração de uma casa de toras ou seu processamento mecânico é a primeira etapa do complexo processamento de uma casa de toras, que permite eliminar irregularidades, microfissuras e restos de casca. Além disso, uma casa de toras que já passou por moagem absorve compostos retardadores de fogo e anti-sépticos de forma mais eficiente, o que reduz significativamente seu consumo. Moer uma casa de toras permite melhorar a aparência de uma casa de toras e enfatizar efetivamente a textura natural da madeira.

Para garantir a eficácia do desbaste, este é efectuado depois de seca a camada superficial da madeira, quando a textura e a cor da madeira ainda não se alteraram. Não é aconselhável lixar madeira crua, pois contribui para o desgaste das fibras da madeira e danifica a estrutura da madeira..

A maneira mais fácil de moer madeira é processá-la com uma esmerilhadeira equipada com um disco abrasivo. Se você deseja melhorar a qualidade do processamento, além de agilizar o processo, pode usar uma lixadeira equipada com acessórios que se caracterizam por vários graus de granulometria. Para a limpeza final da casa de toras, use um bico fino. Ao final do trabalho, use um aspirador de pó para retirar a serragem..

Tratamento retardador de fogo em uma casa de toras: a escolha do retardador de fogo

Uma etapa igualmente importante na preparação de uma casa de toras é um tratamento retardador de fogo, que implica a impregnação da madeira com compostos especializados. A ação dos retardadores de fogo baseia-se em sua capacidade, quando expostos ao fogo aberto ou a altas temperaturas, de liberar substâncias que formam uma camada retardadora de fogo de espuma, impedindo o acesso de oxigênio a elas e, assim, interrompendo a ignição e propagação do fogo.

Os retardantes de fogo mais comuns que conquistaram a confiança do consumidor são as formulações de Pirilax. Para o tratamento da superfície interna das cabines de toras de saunas e banhos, é recomendado o uso da composição da marca CC-20, que pode suportar a exposição prolongada a altas temperaturas (até 110 graus). Para processar o exterior da casa de toras, recomenda-se utilizar as formulações das marcas “luxo” e “3000”, que podem ser aplicadas com pincel ou spray. A composição dos componentes dos retardadores de fogo contribui para sua penetração profunda na estrutura da madeira, o que reduz significativamente o consumo de material. A ausência de substâncias tóxicas ao homem na composição das impregnações garante sua segurança ambiental.

As composições das marcas acima estão longe de ser o único meio usado para o processamento de madeira com retardamento de fogo. Os retardantes de fogo feitos de acordo com tecnologias inovadoras também têm propriedades anti-sépticas..

Tratamento anti-séptico de uma casa de toras: um guia para um mestre iniciante

Para aumentar a vida útil de uma casa de toras e manter sua aparência original, é necessária a realização de uma outra etapa da complexa proteção da madeira – o tratamento anti-séptico, que é realizado tanto por fora como por dentro. O uso de um anti-séptico ajuda não apenas a estender a durabilidade da madeira e das toras, mas também a proteger a estrutura dos efeitos dos insetos comedores de árvores, que podem tornar qualquer estrutura de madeira inutilizável..

Para realizar um tratamento anti-séptico de alta qualidade, é necessário ter uma abordagem responsável na escolha de um anti-séptico, que é um meio com efeito bactericida e fungicida que garante a proteção da casa de toras de danos por mofo e microorganismos. Como o tratamento anti-séptico é feito por fora e por dentro, é importante entender os tipos de anti-sépticos, cuja eficácia depende do tipo e do uso correto..

Como escolher o anti-séptico certo para uma casa de toras?

Os especialistas propõem distinguir entre dois tipos de anti-sépticos:

  • Anti-sépticos laváveis, destinada ao processamento interno de uma casa de toras e caracterizada pela baixa resistência à precipitação;
  • Antissépticos difíceis, que contêm óleos sintéticos e naturais, destinam-se ao tratamento do exterior da casa de toras e caracterizam-se pela resistência à lavagem sob a influência da precipitação. Sua única desvantagem é a secagem lenta..

Hoje, o mercado de construção oferece uma ampla gama de agentes anti-sépticos de fabricantes nacionais e estrangeiros. Devido à variedade de ferramentas apresentadas, os mestres que não têm experiência suficiente podem enfrentar uma série de dificuldades. Para simplificar a escolha de uma composição anti-séptica, os especialistas propuseram várias regras, seguindo as quais, você não se enganará ao escolher um anti-séptico..

Regras para escolher uma composição anti-séptica:

Regra 1. Dê preferência a produtos de fabricantes de confiança e que se consagraram no mercado da construção. Dando preferência a um produto de marca reconhecida, pode ter a certeza da qualidade da composição selecionada;

Importante! Os produtos mais procurados pelos consumidores são os produtos das marcas nacionais “Neomid 200” e “Senezh”. Quanto aos fabricantes estrangeiros, as marcas Tikkurila e Teknos são as mais procuradas..

Regra # 2. A regra a seguir é relevante não apenas para anti-sépticos, mas também para qualquer outro produto. Antissépticos de alta qualidade não podem ser baratos e, portanto, os especialistas recomendam dar preferência a produtos que estejam pelo menos na categoria de preço médio. Além disso, não é recomendável comprar fundos à mão, uma vez que, ao comprar formulações anti-sépticas em uma rede de lojas confiável, é menos provável que você encontre uma falsificação, que pode ser não apenas ineficaz, mas também tóxica;

Regra No. 3. O rótulo de uma composição anti-séptica de alta qualidade deve indicar que ela foi projetada para proteger contra todos os tipos de agentes biológicos: insetos, fungos, cáries e mofo. Além disso, no processo de venda do produto, o fornecedor deve cumprir as condições para seu armazenamento;

Regra No. 4. Para a realização do tratamento externo, é necessário o uso de antissépticos de difícil lavagem, que, apesar de um maior período de preservação de suas propriedades, precisam ser renovados periodicamente. Isso se deve ao fato de que qualquer produto, sob a influência da umidade, será desbotado, sendo necessário atualizar o revestimento externo..

Como fazer o tratamento anti-séptico da madeira? Guia passo a passo

O tratamento da casa de toras com compostos anti-sépticos é realizado várias vezes, em várias fases de construção. Atualmente, o fabricante costuma oferecer madeiras que já passaram por tratamento pré-antisséptico..

Importante! Apesar de o custo da madeira submetida a um tratamento anti-séptico ser ligeiramente superior ao de uma casa de toras não tratada, durante o processo de construção irá poupar tempo e dinheiro, uma vez que não tem de processar a casa de toras imediatamente após a montagem. O pré-tratamento de fábrica é caracterizado pela penetração profunda de compostos anti-sépticos, o que garante proteção confiável da madeira.

Muitos artesãos fazem a pergunta: “É necessário processar uma nova casa de toras imediatamente após comprá-la?”.

Apesar de alguns construtores acreditarem que a aplicação de impregnações anti-sépticas reduz a eficiência da troca de ar, impedindo a secagem oportuna da casa de toras, essa suposição está fundamentalmente errada. Os produtos modernos à base de água não reduzem o respeito ao meio ambiente e a qualidade da casa de toras. Depois de realizar o tratamento anti-séptico primário da casa de toras, você protegerá a casa de toras de forma confiável por seis meses até que atinja sua secagem e encolhimento final, após o que você pode realizar o processamento final da casa de toras..

Importante! Quanto ao prazo para o processamento de uma casa de toras, de acordo com os especialistas, o processamento final de uma casa de toras é melhor feito após a secagem da madeira (19-20% de umidade), após o qual o acabamento final pode ser realizado..

Existem várias opções para o processamento de cabines de madeira:

Processamento manual, implicando a aplicação de compostos anti-sépticos com rolo ou pincel. Apesar de ser um trabalho longo e meticuloso, a aplicação manual de anti-sépticos permite-lhe garantir uma protecção fiável de cada centímetro de madeira. Se tiver tempo, dê preferência a este método particular, pois permite processar qualitativamente as juntas da madeira ou toras, as partes finais da casa de toras e outras áreas problemáticas;

Aplicação de formulações usando pistolas de pulverização – um método mais moderno de tratamento anti-séptico, que permite economizar significativamente o tempo de trabalho. Pistolas de pulverização modernas permitem que você distribua compostos anti-sépticos por toda a superfície externa da casa de toras em um curto espaço de tempo.

Importante! Durante a aplicação do anti-séptico, certifique-se de que não sobrou uma única área não tratada. Para facilitar o controle da aplicação da composição anti-séptica, você pode adquirir produtos coloridos. O uso de uma composição colorida é aconselhável se no futuro você planeja realizar um acabamento decorativo.

Em ambos os casos, a impregnação anti-séptica é aplicada em duas camadas. A primeira camada é aplicada após a secagem final da madeira (o processamento em tempo chuvoso é estritamente proibido) e deixada secar por vários dias. Depois disso, o reprocessamento é executado. Se estiver usando um pincel, aplique o composto antisséptico uniformemente em pinceladas regulares, mudando periodicamente a direção do pincel..

Recentemente, anti-sépticos à base de óleos ou ceras têm sido usados ​​com eficácia, o que confere à superfície um certo efeito decorativo. Os especialistas recomendam o uso de anti-sépticos à base de resinas de madeira, cera de abelha e óleo natural (geralmente óleo de linhaça).

Freqüentemente, há disputas sobre a necessidade de tratar cabines de toras com compostos anti-sépticos. Um lado afirma que é necessário processar o material natural com compostos químicos, motivando-o pelo fato de que recentemente edifícios de toras não foram processados, e o outro, com toda a razão, afirma que os meios usados ​​na construção moderna garantem a máxima troca de ar e prolongam a vida operacional de edifícios de madeira.

As impregnações anti-sépticas protetoras prolongam significativamente a operação eficaz das casas de toras, o que cobre qualquer dano teoricamente assumido. O uso prático de anti-sépticos confirma que o uso de composições anti-sépticas contribui para a máxima preservação da beleza externa e da cor natural da madeira, além de proteger contra os fatores naturais agressivos. Do ponto de vista material, a eficácia do uso de impregnações também se justifica, pois é melhor gastar uma pequena quantia em um anti-séptico do que posteriormente desmontar a casa de toras e substituir elementos que apodreceram e danificados por insetos..