Instrumentos

Pelotas DIY

Devido ao aumento nas contas de gás e eletricidade, as caldeiras a pellets estão se tornando populares em sistemas de aquecimento privados. Para economizar significativamente na compra de pellets, é melhor usar as recomendações para autoprodução desse combustível. Considere os principais métodos de fabricação de pellets.

Índice:

Conceito geral de pellets de combustível

Pellets de combustível são biocombustíveis feitos de resíduos de madeira, turfa, palha, junco. Os pellets têm a forma de grânulos cilíndricos de um certo tamanho.

Considere a tecnologia industrial para a produção de pelotas. As matérias-primas para a fabricação de pellets são desintegradas até o estado de farinha, depois são secas em um secador especialmente equipado e, em seguida, entram no dispositivo para a fabricação de pellets – um granulador, no qual as matérias-primas são comprimidas em grânulos ou pellets. O tamanho médio dos peletes é de 10-50 mm de comprimento e 5-8 mm de diâmetro.

Os pellets acabados passam pelo processo de resfriamento, são embalados e colocados à venda.

As vantagens do uso de pellets no sistema de aquecimento:

1. Os pellets são um material ecológico feito a partir de resíduos industriais. Esses materiais são inofensivos para os humanos e o meio ambiente..

2. O custo dos pellets é muito inferior ao preço do carvão ou lenha.

3. O uso de pellets permite não depender de fontes centrais de energia, como gás ou eletricidade..

4. O sistema de aquecimento a pellets possibilita o abastecimento automático de combustível e o funcionamento ininterrupto de aquecimento por até oito dias, sem intervenção humana..

5. Os pellets são fáceis de transportar e armazenar.

6. A quantidade mínima de resíduos após a combustão permite que a caldeira a pellets seja limpa com muito menos frequência do que a caldeira a combustível sólido..

7. Os pellets são caracterizados pela alta transferência de calor, que é vários por cento maior do que a do carvão ou da lenha..

8. Os pellets não requerem uma grande área de armazenamento, apenas é necessário que a umidade do ar na sala não seja elevada.

9. Os pellets são um produto à prova de fogo que não é capaz de se auto-inflamar.

10. Redução dos custos de aquecimento – os pellets permitem que você obtenha um alto nível de eficiência e forneça calor ou eletricidade à sala a um custo acessível.

Escopo de uso de pellets:

  • aquecimento de alojamentos;
  • aquecimento de edifícios industriais;
  • Geração de energia;
  • fornecendo calor e eletricidade para pequenos assentamentos.

Foto de pelotas:

Os principais tipos de pellets

De acordo com a variedade, os pellets são divididos em:

  • pelotas de qualidade premium – branco,
  • pelotas de grau industrial,
  • pelotas de grau padrão.

Os pellets brancos são caracterizados pela presença de cores claras, brancas ou cinzentas. As principais vantagens dessas pelotas são o baixo resíduo de cinza, que é de 0,4%, e a alta condutividade térmica. Os pellets premium são feitos de madeira dura e serragem com um teor mínimo de casca. Mais de 90% dos pellets produzidos no mercado moderno pertencem à classe premium.

A desvantagem dos pellets brancos é o seu alto custo, que é totalmente justificado pela alta eficiência energética..

Os pellets de grau industrial são caracterizados por uma tonalidade mais escura, devido ao conteúdo de casca, poeira e terra. Esses pellets deixam mais de 0,8% de resíduos, mas também apresentam boa eficiência energética. O custo das pelotas industriais é menor, mas a caldeira terá que ser limpa com mais frequência.

Os pellets de qualidade padrão são os mais baratos. Para a produção desses pellets, são utilizadas cascas de girassol ou de trigo sarraceno. Os pellets padrão têm a cor mais escura, o maior teor de cinzas de mais de 3,1% e a menor eficiência. Esses pellets são os mais populares devido ao seu custo acessível, mas eles só são adequados para caldeiras ou fogões especiais..

Tecnologia de produção de pelotas

Os pellets são produzidos processando:

  • turfa,
  • carvão,
  • serragem,
  • Madeira,
  • latido,
  • lascas de madeira,
  • resíduos florestais,
  • Palha,
  • desperdício de milho,
  • cascas de girassol,
  • resíduos de cereais,
  • Resíduos sólidos municipais,
  • excrementos de frango.

Para melhorar a eficiência energética e reduzir o teor de cinzas dos pellets, esses materiais passam por diversos ciclos de reciclagem..

O processo de fabricação de pelotas inclui:

  • esmagamento do material de partida,
  • secagem,
  • moagem secundária,
  • tratamento de água,
  • pressionando,
  • processo de resfriamento,
  • embalagem e preparação para venda.

O processo de secagem remove o excesso de umidade do material da pelota, produzindo assim um combustível de alta eficiência energética com baixo teor de cinzas.

O processo de combustão da pelota inclui:

  • evaporação de água,
  • pirólise de combustão,
  • queima de carvão.

Os pellets de madeira contêm 8-10% de água, de modo que o processo de evaporação da água ocorre rapidamente. O próximo processo envolve a vaporização do gás de pirólise. Mais de 85% da energia é liberada como resultado desse processo. Na presença de uma grande quantidade de oxigênio, o gás de pirólise queima. Forma-se então o carvão, que libera outros 15% da energia..

Requisitos de qualidade da pelota

Determinar a qualidade dos pellets do combustível é um processo bastante simples, que pode ser facilmente realizado pelo estudo da aparência do combustível..

Parâmetros de qualidade do pellet de combustível:

  • superfície lisa e brilhante,
  • sem rachaduras e bolhas,
  • tamanho: comprimento 50 mm, diâmetro 6-8 mm,
  • o cheiro de cola, nunca de madeira,
  • uniformidade de cor,
  • sem mofo ou bolor,
  • quantidade mínima de poeira.

Fazendo pelotas com suas próprias mãos

O processo de produção de pelotas em casa é bastante complicado, mas bastante viável, com equipamentos especiais..

Equipamentos para a produção de pellets em casa:

1. Triturador ou triturador de madeira – desde que a matéria-prima seja madeira, serragem ou casca. Este não é um componente obrigatório, uma vez que é possível adquirir matéria-prima triturada pronta.

2. Tambor ou secador aerodinâmico, para a fabricação do qual um tambor de metal é perfeito.

3. Triturador secundário, que transforma matérias-primas em serragem.

4. Granulador com matriz plana ou cilíndrica.

A melhor pelotizadora para pelotização doméstica é uma pelotizadora plana. Este equipamento é facilmente fabricado em casa, e não requer a compra de itens caros..

Ao usar um granulador plano, não são necessários trituradores, pois esse processo ocorre diretamente no granulador. A necessidade de um secador depende da quantidade de umidade da matéria-prima para a produção dos pellets.

Requisitos de matérias-primas para a fabricação de pellets

1. O teor de umidade das matérias-primas não deve exceder 12%. Portanto, os materiais para a fabricação de pellets são pré-secos.

2. Para a secagem, um equipamento especial é usado – um tambor de secagem.

3. Escolha matérias-primas com alto teor de cola, resina e lignina. Nesse caso, o processo de granulação é acelerado, e o produto acabado mantém sua forma bem..

4. A matéria-prima não deve conter objetos estranhos, detritos, pedras, por isso deve ser peneirada previamente.

Pellets de serragem faça você mesmo

Para fazer pellets de serragem, você deve executar uma série de etapas:

1. Seque a serragem de modo que o teor de umidade da matéria-prima não exceda 12%.

2. Use uma peneira para peneirar a serragem para evitar que objetos estranhos entrem no granulador.

3. Se você tem um moinho de martelo, você deve moer a serragem.

4. Quando o teor de umidade da matéria-prima é inferior a 8%, a serragem é regada com vapor quente para aumentar o teor de umidade..

5. A próxima etapa é a prensagem, que dá aos pellets o formato desejado..

6. Em seguida, os pellets precisam ser secos e resfriados..

7. Para armazenamento de pellets, use sacos de papel.

É possível excluir alguns processos, como secagem, trituração e aumento do teor de umidade da serragem, desde que a matéria-prima para a produção dos pellets seja adquirida em marcenarias. Para a produção de tais pellets, apenas um granulador é necessário, que fará os pellets a partir das matérias-primas preparadas. Caso contrário, fazer pellets em casa é um processo muito caro..

Pelotas de palha DIY

Os pellets de palha são caracterizados pelo alto teor de cinzas, mas também pela alta eficiência energética. Para a fabricação de tais pellets, é necessário equipamento especial. É difícil fazer pellets de palha em casa, pois é necessário um grande triturador para triturar esse material. Portanto, para fazer pellets de palha, você deve primeiro comprar ou fabricar um equipamento especial..

Os pellets de palheta DIY não diferem muito dos pellets de palha. Para a produção desse combustível, é necessário equipamento para moagem preliminar, secagem e granulação das matérias-primas..

Esses pellets são usados ​​para aquecer fogões ou lareiras. Pellets de juncos e lareiras deixam muitas cinzas, por isso muitas vezes é necessário limpar o fogão. Além disso, esses pellets emitem uma grande quantidade de calor, portanto, apresentam um alto nível de eficiência..

Pellets de turfa faça você mesmo

A produção de pellets de turfa consiste nos seguintes processos:

1. Secagem natural da turfa.

2. Purificação de matérias-primas de impurezas, raízes de plantas, folhas, pedras.

3. Moagem de massa de turfa.

4. Secar e levar as matérias-primas ao teor de umidade desejado, que não excede 12%.

5. Britagem secundária de turfa.

6. O processo de pelotização inclui a formação de uma forma cilíndrica de pellets e o processamento de pellets com vapor seco..

7. Durante o processo de resfriamento, os grânulos adquirem resistência adicional e ficam prontos para uso..

Os pellets de turfa são usados ​​não apenas para aquecimento, mas também para fins industriais, por exemplo, para aumentar o efeito de fertilizantes minerais ou na produção de absorventes. Pellets de turfa são usados ​​para remover as consequências de derramamentos de óleo no ambiente aquático.